Palestra sobre roteiros no OMAKE, dia 24/03/2012.

 

Nesse sábado e domingo, dias 24 e 25 de março, acontecerá a nova edição do Omake, evento de cultura pop japonesa que acontece em Recife desde 2001. E como não poderia deixar de ser, a PADA estará presente com suas palestras e oficinas.

Confira abaixo nossa programação:

Palestras:

Sábado

18:00 > 19:00 Quadrinhos Nacionais – História das Revistas em Quadrinhos genuinamente brasileiras.
Por Sandro Marcelo (P.A.D.A.)

Domingo

18:00 > 19:00 Super-Heróis Brasileiros – História dos Super-Heróis criados no Brasil desde os anos 50 até os dias atuais
Por Sandro Marcelo (P.A.D.A.)

Oficinas:

Sábado

13:30 > 15:00 Desenho Tradicional e Mangá Por Milson Marins (P.A.D.A.)e Lobo Borges (Ledd)
15:15 > 16:00 Roteiro para Quadrinhos Por Leonardo Santana (Olha eu aqui!)

Domingo

13:30 > 15:00 Quadrinização – Transformando Desenhos e Roteiro em uma História em Quadrinhos (Arnaldo Luiz P.A.D.A.)
15:15 > 16:00 Produção de Revistas – Síntese do processo de criação de uma revista em quadrinhos desde a idéia até o produto final. (Sandro Marcelo P.A.D.A.)

O Omake 2011 acontecerá no Centro de convenções. Saiba como adquirir o seu ingresso no site oficial

Anúncios

Aulas de Roteiro

Dando uma pausa na publicação de no nosso roteiro do Mestre do Mal, venho anunciar que a aprtir de MAIO estarei ministrando AULAS DE ROTEIRO DE HQS.

O local ainda está sendo definido mas provavelmente será no centro da cidade ou em Boa Viagem (Ainda estamos fechando em qual lugar atende melhor as nossas expectativas – minhas e do pessoal da PADA).

Pra quem não me conhece, eu sou roteirista há mais de 10 anos, já publiquei em revista consagradas como a FRONT, QI, PRISMARTE E MUITAS OUTRAS. Também já ganhei diversos prêmios como MELHOR ROTEIRISTA entre os quais o 3 DB Artes Independente e o 1 Troféu Alfaitaria de Fanzines.

Serão dois módulos e cada um deles com um mês de duração com aulas semanais de 3 horas de duração.

O módulo básico dicustirá:

1. A importância do roteiro e do roteirista;

2. 5 Técnicas para busca e desenvolvimento de idéias;

3. Entendimento da importância Construção de universos;

4. Tipos de personagens e aprendendo a construir personagens de qualidade;

5. Etapas na construção de um roteiro;

6. Formatação profissional de um roteiro;

 

O módulo avançado discutirá:

1. Estruturas e formas importantes na construção de um roteiros;

2. Compreensão do papel dos Diálogos, estilos narrativos e construção eficiente de diálogos e textos;

3. Estudo analíticos das diferentes formas de tratar diferentes temas e estilos;

4. Dicas e macetes do que fazer e do que não fazer quando se está produzindo um roteiro de hq.

 

Todas as aulas terão exercícios práticos que ajudarão o aluno a desenvolver e corrigir suas habilidades nessa área.

Serão apenas 5 alunos por turma. Os interessados devem me mandar um e-mail no endereço: leo.santana.hq@gmail.com

As aulas serão em Recife, Pernambuco.

Se puder divulgar, eu agradeço.

Memórias do mestre do mal, página 2

Continuando nossa (minha) brincadeira, segue mais uma página do roteiro do mestre do mal.

para complementar as informações, segue a ficha de mais dois personagens: O póprio Rei e o Glorioso, seu arqui-inimigo nos tempos em que ele ainda atendia por Mestre do Mal.

O Rei ( o Mestre do Mal no Presente):

Nome: Frank Black

Perfil Psicológico: Ele continua uma pessoa má, invejosa, depressiva, orgulhosa mas com uma incrível força de vontade. É decidido, inteligente, inseguro, largou o vício das drogas mas não dos jogos de azar. Não tem nenhum caráter e nem pudor. É capaz de matar, estuprar e mentir sem o menor remorso. Mas está mais sossegado. Ser o rei do mundo lhe trouxe um pouco(Mas não muito) de calma.

Perfil Físico: Cabelos branco, longos, cerca de 2 metros de altura, continua forte mas já está perdendo a massa muscular. Barba agora sempre perfeita, olhos castanhos. Idade : 56 anos.

uniforme: Aqui também penso numa referência próxima a do Authority. Penso numa espécie de uniforme parecido com o que o exercito de Albion usava. É claro que você não vai poder fazer igual. É apenas para se inspirar.Obviamente, nesta primeira história, esse uniforme só irá aparecer no final da história.

Habilidades Especiais: As mesmas do Mestre do Mal visto que são a mesma pessoa.

O Glorioso:

Super-herói, adversário do Mestre do Mal

Nome: Não interessa.

Perfil Psicológico: Típico super-herói juvenil. Muito otimismo,muita alegria

Perfil Físico:

uniforme: Uma mistura de capitão América sem escudo,com muitas estrelas e com capa.

Habilidades Especiais: Força sobre-humana capaz de levantar até um carro. Mas,embora tenha força sobre-humana não tem mais nenhuma habilidade e nem resistência (Como por exemplo, uma pele reforçada).

 

Agora o roteiro propriamente dito.

Página 2

Quadro 1

FlashBack. É preciso criar alguma diferenciação visual entre o passado e o futuro para que o leitor identifique imediatamente as épocas e acompanhe melhor a história sem eu ter que ficar escrevendo “tantos anos atrás” e “presente” cada vez que a história for e voltar. Pode ser uma diferenciação nas cores ou bordas diferenciadas. Deixo a seu critério qual a melhor opção a se usar.

Externa. Dia. Plano aberto mostrando o Mestre do Mal enfrentando o Glorioso nas ruas de uma grande metrópole como Nova iorque. Por isso capriche nas referências e na construção das ruas e prédios e veículos. É uma típica cena de quadrinhos onde o herói e o bandido digladiam-se em proporções sobre-humanas. No chão, entre os dois, um grande saco de dinheiro.

Título da série: “memórias do Mestre do Mal.” memoires of mr bad guy

Título da história: “O INÍCIO DO FIM” THE BEGINNING OF THE END

Créditos: Roteiro de Leonardo Santana. Desenhos de <Nome do desenhista>. Tradução para o inglês por MARCELO SARAVÁ. Revisão final de <nome do revisor>.

Texto: “Foi num 04 de abril de 2010 que tudo isto se tornou claro para mim.” it was on april 4th 2010 when it all became clear to me.

Texto: “Era mais um dia aparentemente ordinário como todos os outros até então e eu lutava contra meu arquiinimigo, o Glorioso.”

it was apparently another ordinary day like all others before, and I was fighting my archenemy, glorious.

 

Quadro 2

Plano médio fechado no Mestre do Mal vociferando de raiva.

Texto: “Lembro com exatidão as roupas cafonas e as frases feitas.” I remember clearly the tacky clothes and platitudes.

Texto: “Oh, meu deus! O que nós pensávamos afinal?” my god! What were we thinking anyway?

Mestre do Mal: Maldito seja, Glorioso!  Se você não tivesse aparecido, eu já estaria longe com o dinheiro do banco! Curse you, glorious! Had you not showed up, i’d be far away with the money from the bank!

 

Quadro 3

Plano médio fechado do Glorioso lutando sorridente e feliz.

Texto: “O Glorioso era um típico super-herói do início do século. Força sobre-humana, um otimismo enervante e um péssimo repertório de piadas.” glorious was a typical early century superhero. Superhuman strength, annoying optimism and a terrible banter repertoire.

Glorioso: Se você queria dinheiro, Mestre do Mal, era só falar com o gerente! Ahahahaha! Entendeu? Com o gerente! Hahahahahahaha!!!! if you wanted money, mr. bad guy, you just had to talk to the manager! hahahaha… Got it? The manager! hahahahaha…

Rascunho da segunda página feita por Rosendo Caetano há dois anos atrás.

Brincadeira: Criando model sheet

Em primeiro lugar, achei muito engraçado os comentários de meus amigos e fiquei feliz em saber que não sou o único com “instintos” de cão anti-social. 😉

A verdade é que o que eu gostaria de fazer mesmo é simplesmente escrever. Deixar esse trabalho de divulgação, procura de desenhista, edição, vendas e distribuição para editores de verdade. Mas, como vivo no Nordeste e no Brasil, vamos levando a vida do jeito que dá.

Hoje venho fazer uma experiência.

Tenho um roteiro de uma série que já estou escrevendo a quarta hq e, até agora, não consegui desenhista para ela. Alguns já passaram por ela mas nenhum nunca chegou a concluir uma hq sequer. Alguns rascunho foram feitos e até uma página a lápis conseguiu ser produzida mas não passou disso.

Por isso, venho através desse blog fazer um convite/desafio: gostaria que fosse criado/desenhado um model sheet do personagem principal da série. O model sheet escolhido irá colocar o desenhista como CO-CRIADOR do personagem. Se houver dois desenhos muito parecidos, o que valerá será a data que o desenho chegou em minhas mãos.

Paralelamente a isso, irei colocar aqui uma página do roteiro por dia par, se houver alguém que se interesse, possa ler a primeira hq do personagem. Trata-se de uma hq de apenas 8 páginas.

Agora, vamos aos detalhes.

A SÉRIE

A série “Memórias do Mestre do Mal” trata da história de um mundo com super-heróis a partir da perspectiva do vilão. Neste mundo, um vilão, o Mestre do Mal, rompe com as convenções das histórias de super-heróis e mata impiedosamente seus inimigos (os super-heróis ou qualquer um que cruze o seu caminho). E, em virtude de suas atitudes frias e assassinas, acaba se tornando o rei do mundo no futuro. Memórias do Mestre do Mal tem a intenção de mostrar tanto o passado do Mestre do Mal, suas escolhas, seu caráter (Ou a falta dele), sua vida e suas lutas até quando ele se tornou o rei do mundo. Também existe a intenção de mostrar a vida do Mestre do Mal no futuro como o rei do mundo onde ele o governa com mão de ferro. Memórias do Mestre do Mal não se trata de uma história de super-heróis ou de super-vilões. Trata-se de uma história de pessoas, escolhas, cinismo, esperança (ou a falta dela) e de sentimentos.

As 3 primeiras hqs (Todas de 8 páginas) foca mais em ação e confrontos entre o Mestre do Mal e super-heróis. A partir da quarta hq (de 22 páginas), começo a focar nos dramas do personagem principal e os heróis e vilões ficam a um segundo plano.

 

O MESTRE DO MAL (ou MR. BAD GUY)

Eu mencionei que a série foi escrita pensando no mercado americano? Com o advento dos quadrinhos digitais, esta não é uma idéia tão absurda e eu acho que até existe mais chance da série ser consumida e apreciada do que se eu publicar apenas aqui no brasil e de forma impressa.

Mestre do Mal(o Rei no passado):

Nome: Frank Black

Perfil Psicológico: Pessoa má, invejosa, depressiva, orgulhoso mas com uma incrível força de vontade. É decidido, inteligente, inseguro, viciado em drogas e em jogos de azar. Não tem nenhum caráter e nem pudor. É capaz de matar, estuprar e mentir sem o menor remorso.

Perfil Físico: Cabelos negros, curtos, cerca de 2 metros de altura, é forte mas não é um hulk. Está mais para um Demolidor(no corpo). Barba geralmente por fazer, olhos castanhos. Idade : 26 anos.

Uniforme: Penso numa espécie de mix entre o uniforme do Meia-Noite do authority com um smile zangado no peito e na testa dele. Mas pode variar um pouco e acrescentar alguma cor e/ou algum acessório.

Habilidades Especiais: O Mestre do Mal tem a estranha capacidade de reestruturar partes perdidas de seu corpo. Por exemplo, se uma bomba explodir seu corpo em pedaços, esses pedaços acabam voltando para o seu corpo e regenera-se novamente. Caso sofra um corte e seu sangue respingue para fora, o mesmo volta para o seu corpo e o corte se fecha. Em virtude disso, o Sr.malvado é indestrutível. Mas, apesar disso, ele continua envelhecendo como uma pessoa normal e, eventualmente, morrerá de velhice.

 

Pronto, baseado nessas informações, você, desenhista, pode criar o model sheet (Frente, lado e verso do personagem) e mandar para meu E-MAIL  . O prazo é até a próxima sexta-feira (16/03/2012).

 

Título da série: “Memórias do Mestre do Mal.” memoires of mr bad guy

Título da história: “FRANK” FRANK

Créditos: Roteiro de Leonardo Santana. Desenhos de <Nome do desenhista>. Tradução para o inglês por MARCELO SARAVÁ. Revisão final de <nome do revisor>.


Roteiro

 

Obs: o LAYOUT SUGERIDO É APENAS UMA SUGESTÃO. VOCÊ DEVE E PODE MONTAR A PÁGINA DA FORMA QUE ACHAR MELHOR PARA A HISTÓRIA. AFINAL DE CONTAS, VOCÊ É O DIRETOR DE ARTE.

obs 2:  parte da história que se acha no “presente”, deve ser “colorida” e mais normal (mais clara). a parte em flashbck tem que ser mais “dark” e mais carregada (Mas escura).

Página 1

Quadro 1

Interna. Dia. Estamos dentro de um quarto ou de um escritório de um prédio luxuosíssimo. Mesmo sendo de dia, as persianas estão fechadas, deixando o cômodo escuro com apenas alguns filetes de sol trespassando por elas. Apesar de luxuosíssimo, não vemos nenhum móvel neste amplo cômodo a não ser uma poltrona e uma mesa e, sobre a mesa, uma máquina de escrever antiga, como não se fazem mais.  Acima da máquina de escrever, vemos uma luminária descendo do teto e pairando exatamente sobre a máquina de escrever e sobre a mesa, iluminando-as. A idéia é dar a esses móveis um ar de abandono e, ao mesmo tempo, de importância. De destaque. Por isso eles aparecem sozinhos nessa cena.

Sem textos ou diálogos.

 

Quadro 2

Mesma cena anterior. Sendo que agora, vemos o rei puxando a poltrona. Ele está se preparando para sentar. Ele veste-se apenas com cuecas samba-canção(Embora não necessariamente seja preciso mostrá-las) e um luxuoso robe masculino de seda azul marinho.

Sem textos ou diálogos.

 

Quadro 3

Close em suas mãos já digitando na máquina de escrever mas não vemos o papel. Apenas suas mãos e as teclas da máquina de escrever.

Onomatopéia: tec tec tec tec tec

Texto: “Não há DEUS.” (*) There is no god.(**)

(*) Obs: Todos os textos que aparecerem depois do rótulo “TEXTO” devem aparecer com uma fonte típica de uma máquina de escrever para dar ao leitor a certeza que e trata de um texto escrito na máquina de escrever que aparece no início da história.

(**) Obs: O texto em inglês refere-se a tradução do texto em aspas visando a letreirização da hq em inglês se for o caso.

 

Quadro 4

Plano médio fechado no rei cabisbaixo escrevendo. Seu rosto está envolto na sombra e, atrás dele, pela primeira vez, temos uma idéia de onde estamos. Alguns metros atrás dele, vemos  a porta aberta dando para outro cômodo. Este novo cômodo é um também imenso e luxuoso quarto mas, ao contrário deste onde o rei encontra-se digitando, o quarto em anexo possui toda a mobília de um luxuoso quarto de dormir. Portanto, vemos uma cama e, sobre ela, alguém dormindo. Mas talvez não dê pra colocar tanta informação em um só quadro e, por isso,se for o caso, pode omitir a parte da mulher dormindo deixando-a para mostrar mais a  frente no próximo quadro.

Texto: “Não há diabo.” there is no devil.

 

Quadro 5

Agora sim, colocamos a informação que faltava para completar a ambientação da história. Vemos um plano invertido onde podemos ver uma belíssima mulher semi-nua adormecida de costas para a porta do cômodo onde o rei continua escrevendo sua história. Portanto, vemos a mulher com apenas um suave e fino lençol de seda a cobrir-lhe o corpo e, ao fundo, vemos o rei no outro quarto digitando.

Onomatopéia vindo do quarto onde o rei está digitando: tec tec tec tec tec

Texto: “Não existe o bem. Não existe o mal.” there´s no good. there´s no evil.

Texto: “Não existe esta coisa de destino e nem certezas absolutas.” there are no such things as destiny or absolute certainties.

 

Quadro 6

Close no rosto sombrio do rei sério e assustador.

Texto: “Como eu sei de tudo isso?” How do i know this?

Texto: “Eu vou lhe dizer…” i’ll tell you…

 

Continua em um outro post…

Rascunho feito em 2012 por Rosendo Caetano

Rascunho feito em 2012 por Rosendo Caetano

F.D.P. 2, O Senhor dos Dragões e Roteiros de Terror

Minha esposa diz que eu, muitas vezes, sou um verdadeiro CÃO ANTI-SOCIAL. E eu sou obrigado a concordar com ela. Se dependesse exclusivamente de mim, eu ficaria trancado em casa apenas escrevendo e mandando roteiros para os desenhistas. Isso fica evidente aqui nesse blog onde eu poderia atualizar muito mais vezes do que realmente o faço.

Hoje vamos tentar recuperar um pouco do tempo perdido atualizando vocês (os poucos que acompanham – se é que tem alguém que acompanha) com as coisas nas quais estou envolvido simultânemanete.

Em primeiro lugar, vou mostrar a capa do F.D.P. 2 – Vícios e Virtudes. A capa foi desenhada pelo genial DANIEL BRANDÃO, grande amigo de Fortaleza. A hq deve estar (Assim espero) sendo legendada e em breve deve pintar aí pelo selo da PADA.

 

Genial também é o desenho da pa´gina 3 do projeto O SENHOR DOS DRAGÕES feito por LUCIANO FÉLIX. O senhor dos dragões é uma adapatação do livro de Virgílio Campos. Este final de semana devo começar a escrever a segunda parte da hq (Já escrevi 19 páginas de um total de 44 mais ou menos).

Além disso, escrevi alguns roteiros de terror nos últimos meses. Foram eles:

A vingança dos amaldiçoados: uma história de terror sobre um dos pontos mais assustadores de Recife: A cruz do patrão.

Adeus Carminha: Uma bonita história de assombrações baseada num conto de Roberto Beltrão.

Como Matar um fantasma? Uma história de crime e vingança.

E por enquanto é só, pessoal!