F.D.P. 2, O Senhor dos Dragões e Roteiros de Terror


Minha esposa diz que eu, muitas vezes, sou um verdadeiro CÃO ANTI-SOCIAL. E eu sou obrigado a concordar com ela. Se dependesse exclusivamente de mim, eu ficaria trancado em casa apenas escrevendo e mandando roteiros para os desenhistas. Isso fica evidente aqui nesse blog onde eu poderia atualizar muito mais vezes do que realmente o faço.

Hoje vamos tentar recuperar um pouco do tempo perdido atualizando vocês (os poucos que acompanham – se é que tem alguém que acompanha) com as coisas nas quais estou envolvido simultânemanete.

Em primeiro lugar, vou mostrar a capa do F.D.P. 2 – Vícios e Virtudes. A capa foi desenhada pelo genial DANIEL BRANDÃO, grande amigo de Fortaleza. A hq deve estar (Assim espero) sendo legendada e em breve deve pintar aí pelo selo da PADA.

 

Genial também é o desenho da pa´gina 3 do projeto O SENHOR DOS DRAGÕES feito por LUCIANO FÉLIX. O senhor dos dragões é uma adapatação do livro de Virgílio Campos. Este final de semana devo começar a escrever a segunda parte da hq (Já escrevi 19 páginas de um total de 44 mais ou menos).

Além disso, escrevi alguns roteiros de terror nos últimos meses. Foram eles:

A vingança dos amaldiçoados: uma história de terror sobre um dos pontos mais assustadores de Recife: A cruz do patrão.

Adeus Carminha: Uma bonita história de assombrações baseada num conto de Roberto Beltrão.

Como Matar um fantasma? Uma história de crime e vingança.

E por enquanto é só, pessoal!

 

Anúncios

3 comentários sobre “F.D.P. 2, O Senhor dos Dragões e Roteiros de Terror

  1. Só queria ter feito melhor no FDP 2.; Infelizmente, esperei até os 45 minutos do segundo tempo pelo cara que ilustraria as páginas imediatamente anteriores às minhas, que não mandou NADA no prazo, e fiz minha parte correndo para cumprir o estabelecido. Foi uma experiência estranha, espero que voltemos a colaborar em bases mais normais. Um abraço e sucesso! (quanto ao comportamento anti-social, parece que somos uma tribo. Vc não é o único!)

  2. Quando fez a afirmação de ser “CÃO ANTI-SOCIAL” (sic), tomei um susto. Mas após lido o texto com calma, entendi o que quis dizer. De vez em quando penso assim: escrever meus roteiros. Apenas concentrar-me nisso. Provavelmente eu estaria num patamar como roteirista muito diferente do que sou hoje.
    Mas continue assim, Leonardo, inspirando, entretendo e ensinando a todos que lêem o que escreve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s