A volta dos que não foram: Algumas novidades e algumas reclamações gratuitas


Pra quem já me conhece a bastante tempo já deve saber que a verdade é que acho um saco atualizar blogs e facebooks e twitters e etc. Isso me consome um tempo enorme e tem a utilidade de um elefante no meio da sala. Eu acho que artista deveria estar é fazendo arte e não se divulgando. deveria estar produzindo e não dizendo para todo mundo que está produzindo. Esse seria um trabalho para um relações públicas ou um assessor de imprensa mas, uma vez que a gente mal tem lugar para publicar, esse é um pensamente (Ainda) utópico. Por isso, eis aqui novamente. Mas vamos ao que interessa.

A tira INFERNO BRASIL (Como vocês dois que nos acompanham já devem ter percebido) está suspensa. A razão é que é difícil alinhar as agendas com o desenhista. Outro problema foi a minha ansiedade em lançar a tira logo (Pois humor as vezes é datado) não ouvindo o desenhista que era melhor termos umas 10 tiras prontas antes de começarmos a publicá-la. Uma coisa boa é que penso em mudar o nome da tira. Milson, o desenhista já havia me alertado que este nome limitava muito o alcance da mesma mas, uma vez mais, a ansiedade juntamente com a falta de imaginação no momento, fizeram-me optar por este nome.

Depois dessa tentativa ficou claro para mim que minhas tiras só irão funcionar quando eu mesmo achar um meio de produzi-las. Seja desenhando palitinhos em forma de gente ou seja através de colagens (Se bem que Ghost Writer é assim e eu tenho tido preguiça de produzí-la). Enfim, aguardem (ou não) novidades a respeito desse assunto.

A boa notícia que nós temos é que eu consegui “vender” um projeto para uma editora do sudeste que deve ter uma boa repercussão no futuro. Trata-se da adaptação para os quadrinhos de FAUSTO, DE GOETHE. Eu fiquei responsável pela adaptação e roteiro, o espetacular Rom Freire (Que já está detonando nos quadrinhos nacionais) ficou os desenhos, arte-final e letreirização e Claudinei Ribeiro ficou responsável pelas cores maravilhosas que acompanham os desenhos.

FAUSTO, DE GOETHE em quadrinhos terá cerca de 85 páginas e deverá estar sendo publicada no segundo sementre de 2013 ou no próximo ano.

Outras novidades que estão rolando são um roteiro para a revista Contos do Absurdo sendo desenhada por Mário Cau e outro roteiro sendo desenhado por Deo Rocha para uma coletânea na qual não posso dar muitos detalhes agora. A isso tudo, soma-se alguns roteiros infantis que estou produzindo para um grande amigo que tem esse projeto de lançar um álbum infantil de um de seus personagens (Mas isto também é segredo por enquanto).

Talvez você já tenha visto algumas imagens de FAUSTO, DE GOETHE em quadrinhos no facebook, talvez não. Mas isto não é problema por que você poderão ver prévias desse trabalho abaixo.

547582_2923823792378_55588591_n

Um espírito invocado desafia o Dr. Fausto

Como tudo começa

Como tudo começa: Deus e Mefistófeles se encontram no céu.

Mefistófeles em seus domínios sombrios.

Mefistófeles em seus domínios sombrios.

 

A tragédia se inicia: Monólogo do Dr. Fausto em seus aposentos de estudo.

A tragédia se inicia: Monólogo do Dr. Fausto em seus aposentos de estudo.

Um teste (Não aprovado) para o fundo da página ficar parecendo um papel velho.

Mefistófeles aparece para Fausto num teste (Não aprovado) para o fundo da página ficar parecendo um papel velho.

Anúncios

3 comentários sobre “A volta dos que não foram: Algumas novidades e algumas reclamações gratuitas

  1. Parabéns pela publicação do Fausto, Leo. E não se culpe por não atualizar o blog e o Facebook. Pra falar a verdade, tenho muitas dúvidas sobre a real eficácia desses meios. Se tudo que a gente produz vai acabar sendo veiculado em alguns sites de notícias de quadrinhos (com muito mais visibilidade) quando forem lançados, qual o sentido de ficar mantendo um blog?

  2. Legal ver seus trabalhos ganharem forma Leo. Cara, no meu caso o face e meu site não tem me incomodado e nem atrapalhado meu trabalho. É uma questão de se organizar. Agora, ficar metade do dia no face…ai sim….é um prejuizo dos grandes. Atraves dele tenho feito novas amizades, com muita gente talentosa de varias areas, ate consegui respostas legais para os meus projetos, na qual ando postando atualmente no meu site. (estou preparando um texto sobre isto no site) Agora o lance de parcerias é embassado, principalmente pro roteirista. Nos desenhista, aprendemos a artefinalizar, colorir e letreirar e as vezes escrevemos algo. Mesmo que não saia legal, acho que menos complicado um desenhista escrever do que um roteirista desenhando. Talvez eu esteja errado, mas é o que eu acho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s