Adaptação de Carmem, de Bizet, para quadrinhos: Qual o problema?


Em dezembro de 2012 eu comecei a escrever o roteiro da adaptação da ópera Carmem, de Georges Bizet, para quadrinhos embalado na euforia de ter conseguido vender meu primeiro projeto de quadrinhos – a adaptação de Fausto, de Goethe, para os quadrinhos para a editora Peirópolis.

O projeto seguia as mesmas linhas estratégicas da adaptação de Fausto: mesma equipe criativa (Eu, Rom Freire e Claudinei Ribeiro), mesma quantidade de páginas e uma obra que, até onde eu saiba, tinha pouca ou nenhuma adaptação para esse meio.

Porém, por alguma razão misteriosa, até o presente momento, não consegui encontrar nenhuma editora interessada em produzir – leia-se aqui bancar – a obra.

Na minha cabeça, tratava-se de uma grande sacada editorial: pegar uma história fabulosa como a de Carmem e passá-la para os quadrinhos poderia fomentar não só a leitura como também o gosto musical dos leitores. Ainda mais se a publicação viesse com um cd com as músicas da ópera. Ainda dentro da minha cabeça de vento, isso por si só transformaria a obra num campeão de vendas em editais públicos devido ao seu grande apelo.

Mas, ou eu sou um grande sonhador que não entende nada de mercado editorial ou então o mercado editorial nacional está tão bom que o que estou propondo é irrelevante ou, ainda, o que proponho é algum tipo de heresia artística. Ou tudo isso junto!

Eu ofereci o projeto há várias editoras mas a maioria sequer se interessou em ver a obra. Ou já estavam com sua programação cheia até 2016 ou, simplesmente, realmente não quis editar a obra. Houve uma editora que ficou super interessada e até me pediu o roteiro que eu, ingenuamente (Leia-se estupidamente), mandei. Depois que iniciamos a negociação e eu mencionei o preço esperado – o valor seria o mesmo que recebemos para trabalhar com a adaptação de Fausto – a pessoa da editora simplesmente parou de nos responder. Eu só espero não ver meu roteiro adaptado e desenhado por outra pessoa ser publicado por essa editora.

Mas enfim, como o projeto demorou esse tempo todo e não foi aprovado, acabei perdendo parte da equipe criativa pois os artistas precisavam correr atrás de algo que lhes desse mais garantias e um retorno financeiro mais seguro. O que eu entendo perfeitamente.

Agora, sem projeto aprovado e sem equipe criativa, venho abrir esse fato para vocês para que vocês percebam como é difícil publicar no Brasil. Sei que tem muita gente que já vem publicando regularmente no Brasil e que não vem encontrando maiores dificuldades mas, comigo, a coisa não tem sido tão fácil assim. Não sei se me falta contatos (Leia-se amizade) ou se meu trabalho é realmente medíocre a ponto de não merecer o interesse das editoras. Pode ser que seja uma outra coisa que não consigo perceber mas o fato é que chega a ser desmotivador correr atrás das editoras. Já cogitei (Ainda cogito) contratar um agente literário mas não sei se isso vai adiantar ou se só vou gastar mais dinheiro e ficar ainda mais frustrado.

Ainda não desisti de Carmem. Ela é o tipo de mulher pela qual um homem vai até as últimas consequências (que o diga Don José). Agora pretendo retomar o projeto procurando uma nova equipe criativa e produzindo 5 páginas da hq para que eu apresente ao mercado exterior: França, Estados Unidos.

E vamos ver o que acontece. Se mesmo assim isso tudo não der em nada, desisto dessas adaptações para os quadrinhos e vou escrever meus roteiros de aventura e ficção para serem publicados em meu humilde blog, minha última linha de resistência.

Se for possível, comentem tentando me dizer o que estou fazendo errado e o que poderia fazer para conseguir publicar esse projeto.

Abaixo, as páginas produzidas de Carmem por Rom Freire e Claudinei Ribeiro e também algumas páginas de Fausto que devem sair em algum momento pela editora Peirópolis.

 

Carmem por Rom Freire e Claudinei Ribeiro

Carmem por Rom Freire e Claudinei Ribeiro

Carmem, página 10

Carmem, página 10

Carmem, Página 11

Carmem, Página 11

Adaptação de Fausto, por Leonardo Santana, Rom Freire, Claudinei Ribeiro - Página 22

Adaptação de Fausto, por Leonardo Santana, Rom Freire, Claudinei Ribeiro – Página 22

Adaptação de Fausto, por Leonardo Santana, Rom Freire, Claudinei Ribeiro - Página 75

Adaptação de Fausto, por Leonardo Santana, Rom Freire, Claudinei Ribeiro – Página 75

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s