A última aventura do Raio Negro


Há cerca de 10 anos ou mais eu escrevi um roteiro recontando a origem do Raio Negro, super-herói criado por Gedeone Malagola. Eu queria fazer uma homenagem, revitalizar o personagem e, ao mesmo tempo, dar a minha visão do personagem. Depois de pronto, percebi que tinha em mãos um material bastante polêmico. Tão polêmico que alguns desenhistas interessados, após ler o roteiro, preferiram não desenhar a hq por que tirava toda a ingenuidade que as hqs da década de 60 e o próprio herói carregavam.

Há alguns dias, em uma despretensiosa conversa no facebook onde o Allan Alex apresentou sua versão visual do Raio Negro, a ideia de produzir o roteiro voltou a minha mente. Era algo que eu sentia que tinha que fazer. Quase como uma obrigação. Eu não queria subverter a imagem do herói mas eu sentia a necessidade de mostrar essa minha visão e como eu achava que nossos heróis tinham um grande potencial para o mercado atual se fossem devidamente trabalhadas.

Como se trata de um exercício puramente criativo, resolvi publicar o roteiro quadrinizado aqui no meu blog de forma totalmente experimental. Para isso resolvi contatar alguns amigos desenhistas para produzirem páginas do roteiro e, por se tratar de um exercício, pedi que me entregassem as páginas simplesmente no lápis, sem a arte-final.

A sinopse do roteiro é a seguinte:

“Recontagem da origem do Raio Negro, imortal herói criado por Gedeone Malagola, inserindo-o no meio da ditadura Brasileira e fazendo-o questionar-se entre os seus deveres como herói, suas obrigações como militar e os seus desejos de homem. Nessa história apresentamos uma origem mais contextualizada e ligeiramente diferente e descobrimos, também, o que aconteceu com o Raio Negro depois de seu desaparecimento na final dos anos 60.”

E aqui vai a primeira página (Ainda sem os diálogos) desenhada por Wendell Cavalcanti. Nessa primeira página vemos o Raio Negro e Marajoara, sua personagem coadjuvante mais famosa, no ano de 1968, no alto de um prédio no Rio de Janeiro, onde uma grande revelação está prestes a ser feita.

A última aventura do Raio Negro escrita por Leonardo Santana e desenhada por Wendel cavalcanti

página 01 da hq A última aventura do Raio Negro escrita por Leonardo Santana e desenhada por Wendel cavalcanti

Anúncios

9 comentários sobre “A última aventura do Raio Negro

  1. Gostei. Pela sinopse me lembrei das boas fases de questionamentos do capitão América e como estou lendo miracleman da época do Moore, a época de desaparecimento sugerida também me parece um gancho maravilhoso.

  2. Me parece sensacional! Acredito que Raio Negro seja um dos nossos melhores super-heróis e tem tudo para ter muita glória daqui em diante. O desenho da página está sensacional.

    Mas tenho uma pergunta: toda a trama se passará nos anos 60?

    Agradeço todo o esforço em torno do personagem e dos gibis nacionais!

      • Voltei um ano depois para dizer “obrigado pela resposta”, rsrs.

        Desculpe, eu tinha perdido esta página e por surte acabei de reencontrá-la.

      • Não são palavras minhas, prezado colega, são do mestre Gedeone Malagola, o criador do Raio Negro. Por uma coerência histórica e respeito memorial, não faz sentido você fazer uma HQ em “homenagem” ao Raio Negro chamando a Revolução de 1964 com o termo falso e pejorativo de “ditadura”, sendo que o criador era delegado do DOPS. Total contrassenso, não faz nenhum sentido… Ainda mais levando em conta que o próprio Gedeone escreveu uma história para preservar o seu ponto de vista de alguém que viveu a luta contra os terroristas da subversão comunista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s