Quadrinhos nacionais em locações nacionais

Escrevemos quadrinhos nacionais que se passam em cidades e locações genéricas quando poderíamos fixar essas locações em pontos reais existentes. Parece uma grande bobagem se preocupar com isso mas a verdade é que ainda fazemos muitos quadrinhos sem nos preocuparmos em criarmos locações reais por este imenso Brasil afora.

Tenho procurado pesquisar localidades para adequar minhas histórias em lugares que de fato existam e a minha mais recente incursão nessa área foi na hq O Assassino da Vitória Régia, roteiro que escrevi e que o Emmanuel Thomaz tão brilhantemente ilustrou. A história se passa, principalmente, na lagoa do Japiim, em Manaus, Amazonas. Eu nunca fui a Manaus mas isto não me impediu de pesquisar sobre o local e inserir minha história lá. Não é preciso de muito esforço e a internet pode ajudar e muito nisso.

Eu não sei quanto a vocês mas eu sempre fico maravilhado quando pego uma hq nacional e posso reconhecer uma localidade nacional. Acho enriquecedor para a história. Abaixo vocês podem comparar uma foto da Lagoa do Japiim e uma prévia da página 01 da hq O Assassino da Vitória Régia que deverá ser publicada na edição 3 da coletânea Clássicos Revisitados, do xará Leo Melo.

E vocês? O que vocês acham disso tudo?

Lagoa do Japiim é local de caminhada da comunidade local (Arquivo A Crítica)

Lagoa do Japiim é local de caminhada da comunidade local (Arquivo A Crítica)

O assassino da vitória régia (Por Leo Santana e Emmanuel Thomaz) Pag 01

O assassino da vitória régia (Por Leo Santana e Emmanuel Thomaz) Pag 01

Antigas Histórias, Página 6

Antigas Histórias (Por Leo Santana e Alex Barros) Pag 06

Antigas Histórias (Por Leo Santana e Alex Barros) Pag 06

Já está disponível mais uma página da segunda hq dAs Novas Amazonas intitulada “Antigas Histórias”. Enquanto Isolda e Zoe estão às voltas com um misterioso convidado, Helena começa a contar a Athena um pouco sobre a sua vida e como elas chegaram até ali. Roteiro meu e arte de Alex Barros.

Ah, e por favor, comentem sobre a hq. Digam o que estão achando das aventuras das Novas Amazonas. Se elas estiverem agradando com certeza publicarei mais hqs aqui.

Para ler a hq “Antigas Histórias” desde o início, clique aqui. Esta hq é atualizada semanalmente.

Para ler a primeira hq dAs Novas Amazonas intitulada“Homem bom é homem morto”, clique aqui.

Quer saber mais sobre As Novas Amazonas? Clique aqui. E veja a galeria com as personagens aqui.

Se gostou e quer ajudar, compre minhas revistas na seção Revistas à Venda.

Prévia da hq O ASSASSINO DA VITÓRIA RÉGIA

O assassino da vitória régia (Por Leo Santana e Emmanuel Thomaz) Pág 02

O assassino da vitória régia (Por Leo Santana e Emmanuel Thomaz) Pág 02

Em 01/02/2015 eu anunciei aqui os primeiros esboços produzidos por Emmanuel Thomaz do roteiro que escrevi intitulado  O ASSASSINO DA VITÓRIA RÉGIA. A hq deve entrar na próxima edição de Clássicos Revisitados, editada pelo xará Leo Melo.

Agora chegou a hora de mostrar as primeiras páginas finalizadas pelo Emmanuel. Recebi as 7 primeiras páginas e vocês vão poder comprovar aqui uma pequena prévia do dinamismo do traço de Emmanuel Thomaz. Basta clicar na imagem para vê-la numa resolução maior.

A hq contará a história de uma policial civil que, mesmo ferida, está em perseguição a um assassino em série que dá título à hq. Misticismo e muito suspense numa aventura policial ambientada em Manaus.

Antigas Histórias, Página 5

Antigas Histórias (Por Leo Santana e Alex Barros) Pag 05

Antigas Histórias (Por Leo Santana e Alex Barros) Pag 05

Já está disponível mais uma página da segunda hq dAs Novas Amazonas intitulada “Antigas Histórias”. Nesta página, Isolda e Zoe avançam rumo a uma ameça desconhecida mas as coisas não saem exatamente como o esperado.Roteiro meu e arte de Alex Barros.

Para ler a hq “Antigas Histórias” desde o início, clique aqui. Esta hq é atualizada semanalmente.

Para ler a primeira hq dAs Novas Amazonas intitulada“Homem bom é homem morto”, clique aqui.

Quer saber mais sobre As Novas Amazonas? Clique aqui. E veja a galeria com as personagens aqui.

Se gostou e quer ajudar, compre minhas revistas na seção Revistas à Venda.

Segredos de um roteirista: Making off do mais novo roteiro dAs Novas Amazonas

Estou numa entressafra de projetos. Explico: estou com alguns projetos em mente mas para poder escrever sobre eles preciso fazer uma pesquisa filha da puta. E isto toma um bocado de tempo. Mas eu simplesmente não consigo ficar só pesquisando, sem escrever nada. Por isso, para exorcizar os demônios, enquanto vou pesquisando para esses novos projetos, vou escrevendo o novo roteiro das Novas Amazonas.

E isto é ótimo.

É realmente muito bom quando você consegue dar continuidade às ideias que você quer desenvolver em suas histórias seriadas. Eu vejo As Novas Amazonas (E outras séries minhas)  como histórias que precisam de tempo para respirar, para apresentar os personagens e universo com calma, sem empurrar tudo goela abaixo do leitor. Gosto de, em cada hq, mostrar um pouquinho mais de um personagem ou outro. De mostrar como as coisas funcionam nesse novo mundo (Seja ele de qual série for).

É óbvio que algumas vezes você precisa situar o leitor inicialmente para que ele possa saber ao menos onde está se metendo. É o que eu estou fazendo nessa segunda hq das novas amazonas que estou publicando semanalmente em meu blog com os desenhos do Alex Barros. Mostro o mundo mas aproveito e mostro um pouco de Helena, a líder das novas amazonas.

Mas na terceira história, eu já mostro o desenvolvimento de Isolda numa história que é pura poesia e violência desenhada magistralmente por Allan Goldman.

Na última história que escrevi eu aproveitei para plantar sementes para histórias futuras e cheguei a apresentar 3 novos personagens.

Nessa história que comecei a escrever ontem, desejo mostrar um pouco mais da polêmica personagem Olímpia, o que me deixa muito ligado pois ela tende a ser uma personagem bem complicada de se trabalhar.

A título de curiosidade, comecei a digitar no roteiro um Brainstorm que resolvi deixar numa seção a parte para servir como um exercício didático de como produzo meus trabalhos. Do Brainstorm, que comecei explicando problemas que surgiram na última hq e que eu precisava tratar nessa. Por exemplo:

“Na história anterior, as amazonas perderam dois cavalos. O de Isolda e o De olímpia. No caso de Olímpia, existe um agravante que é o seguinte: a maioria da munição para o revólver de Olímpia, que já eram poucas e difíceis de se encontrar, estavam em seu cavalo. (…)”

Continuei o brainstorm e, depois de responder alguns questionamentos levantados durante esse trabalho, passei para um rascunho bruto de uma sinopse e criei um esqueleto da história resumindo grosseiramente cada página como vocês podem ver logo abaixo:

PÁGINA 1:AS AMAZONAS CHEGANDO TODAS DESCONFIADAS A UM CENTRO URBANO. ELAS ESTÃO ALI PARA PROCURAR MUNIÇÃO.

PÁGINA 2:ELAS CONVERSAM E FICAMOS SABENDO O PORQUÊ DELAS ESTAREM ALI. HELENA CONVERSA COM OLÍMPIA E ZOE.

PÁGINA 3: (…)

Depois disso, tive que buscar algumas referências visuais para construir os cenários da história de forma que possa ajudar o desenhista a trabalhar. Como é que eu faço isso? Primeiro eu penso o que eu quero e depois saio procurando na web até encontrar algo parecido. Ás vezes eu não encontro e tenho que juntar pedaços de uma imagem com outra para que a referência fique mais compreensível. Eu faço isso por que já percebi que nem todo desenhista é imaginativo como  eu. Quando  eu pego um desenhista com uma imaginação viva, eu praticamente não preciso de referências pois basta dar o norte que ele faz as coisas até melhores do que eu imaginei. Mas como eu escrevo sem saber quem irá desenhar os roteiro e nem quando, eu prefiro me cercar do máximo de informações possíveis.

Uma possível referência de um cenário para uma futura hq dAs Novas Amazonas.

Uma possível referência de um cenário para uma futura hq dAs Novas Amazonas.

Agora sim, estou pronto para começar a escrever. E pretendo fazê-lo assim que publicar esta postagem. mas isto não significa que o trabalho de pesquisar referências e informações acabou. Nem significa que o roteiro irá sair exatamente como foi planejado. Mas ao menos eu tenho meu norte inicial.

Espero que vocês tenham gostado das explicações de como eu escrevo meus roteiros (Na maioria das vezes).

Antigas Histórias, Página 4

Antigas Histórias (Por Leo Santana e Alex Barros) Pag 04

Antigas Histórias (Por Leo Santana e Alex Barros) Pag 04

Já está disponível mais uma página da segunda hq dAs Novas Amazonas intitulada “Antigas Histórias”. Nesta página, o clima enter Isolda e Zoe é quebrado por uma ameaça desconhecida que se aproxima colocando as guerreiras em ação. Roteiro meu e arte de Alex Barros.

Para ler a hq “Antigas Histórias” desde o início, clique aqui.

Para ler a primeira hq dAs Novas Amazonas intitulada “Homem bom é homem morto”, clique aqui.

Quer saber mais sobre As Novas Amazonas? Clique aqui. E veja a galeria com as personagens aqui.

Se gostou e quer ajudar, compre minhas revistas na seção Revistas à Venda.

Memórias do Mestre do Mal: Duas páginas arte-finalizadas

Esta semana, Alex Barros, desenhista da minha série “Memórias do Mestre do Mal”, liberou duas páginas arte-finalizadas da hq. Na primeira página vemos o Mestre do Mal já velho iniciando suas memórias. Na página 2, vemos ele, em seu passado, relembrando uma luta com o super-herói chamado Glorioso. Luta essa que redefiniria toda a sua vida.

E então? O que acharam?

Para ver as páginas maiores, basta clicar nas imagens abaixo.

Mr Bad Guy Pag 01

Memórias do Mestre do Mal, Pag 01, Arte-finalizada por Alex Barros

Memórias do Mestre do Mal, Pag 02, Arte-finalizada por Alex Barros

Memórias do Mestre do Mal, Pag 02, Arte-finalizada por Alex Barros