Quadrinhos nacionais em locações nacionais


Escrevemos quadrinhos nacionais que se passam em cidades e locações genéricas quando poderíamos fixar essas locações em pontos reais existentes. Parece uma grande bobagem se preocupar com isso mas a verdade é que ainda fazemos muitos quadrinhos sem nos preocuparmos em criarmos locações reais por este imenso Brasil afora.

Tenho procurado pesquisar localidades para adequar minhas histórias em lugares que de fato existam e a minha mais recente incursão nessa área foi na hq O Assassino da Vitória Régia, roteiro que escrevi e que o Emmanuel Thomaz tão brilhantemente ilustrou. A história se passa, principalmente, na lagoa do Japiim, em Manaus, Amazonas. Eu nunca fui a Manaus mas isto não me impediu de pesquisar sobre o local e inserir minha história lá. Não é preciso de muito esforço e a internet pode ajudar e muito nisso.

Eu não sei quanto a vocês mas eu sempre fico maravilhado quando pego uma hq nacional e posso reconhecer uma localidade nacional. Acho enriquecedor para a história. Abaixo vocês podem comparar uma foto da Lagoa do Japiim e uma prévia da página 01 da hq O Assassino da Vitória Régia que deverá ser publicada na edição 3 da coletânea Clássicos Revisitados, do xará Leo Melo.

E vocês? O que vocês acham disso tudo?

Lagoa do Japiim é local de caminhada da comunidade local (Arquivo A Crítica)

Lagoa do Japiim é local de caminhada da comunidade local (Arquivo A Crítica)

O assassino da vitória régia (Por Leo Santana e Emmanuel Thomaz) Pag 01

O assassino da vitória régia (Por Leo Santana e Emmanuel Thomaz) Pag 01

Anúncios

7 comentários sobre “Quadrinhos nacionais em locações nacionais

  1. Concordo. Nem tooooodos os quadrinhos da revista precisam mostrar algum detalhe (ou panorama) de uma localidade real, mas pelo menos situar o leitor visualmente em regiões que existem torna a leitura muito mais preciosa e enriquecedora.

    • Muito legal, Tiago. Achei muito boa a ideia de Interior Morto e também adorei as locações. Parabéns. Só uma pergunta: por que o blog está a tanto tempo sem atualizações?

      • Muito obrigado, Leo.
        Quanto à sua pergunta, é uma longa história, mas a versão curta é que comecei a estudar cinema e acabei meio que sobrecarregado. Mas a produção da hq não parou. Meu irmão se juntou ao projeto, fizemos algumas modificações e temos planos de lançá-la impressa. Quanto ao blog em si, tenho uma penca de artigos em rascunho que não passaram da revisão ainda. Mas pretendo retificar isso em breve.
        Grande abraço e me mantenha atualizado sobre sua hq.

  2. Realmente fica muito bacana uma historia quando podemos reconhecer o nosso espaço e cultura nele apresentandos. Cria em mim logo um sentimento de simpatia pela historia e vontade de lê-la mais ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s