Royal Straight Flush and blood (Conclusão)

Detalhe - Royal Straight Flush and blood (Por Leo Santana e Rosendo Caetano) Pág 03

Detalhe – Royal Straight Flush and blood (Por Leo Santana e Rosendo Caetano) Pág 03

E chegamos a conclusão de mais uma hq online. Dessa vez de faroeste e bem curtinha. Mesmo curta, a hq possui ilustrações incríveis e uma história forte e ágil como um pistoleiro do oeste selvagem.

Com roteiro meu e arte espetacular de  Rosendo Caetano, esta hq foi intitulada de “Royal Straight Flush and blood”. Para lê-la, clique aqui. Por favor, comentem.

Royal Straight Flush and blood (Página 2)

Dealhe - Royal Straight Flush and blood (Por Leo Santana e Rosendo Caetano) Pág 02

Dealhe – Royal Straight Flush and blood (Por Leo Santana e Rosendo Caetano) Pág 02

A disputa que mistura matemática com velocidade ao sacar uma pistola, pontaria e uma análise filosófica-comportamental avança e parece que as cartas agora não estão mais a favor do nosso pistoleiro jogador.

Um fato curioso nesta história foi a pesquisa das armas empregadas no duelo. cada pistoleiro usa uma arma diferente daquela época. O personagem principal usa uma Schofield M1869 calibre 45, o fazendeiro Bill Thompson usa uma Smith and Wesson modelo 3 calibre 44, Robert “Almofadinha” Talbot usa uma Colt Bisley calibre 44 e Wesley Gibson, personagem que vai parecer na próxima página usa uma Colt Frontier.

Isto tudo serve para mostrar que, mesmo numa hq curta de apenas 3 páginas, é preciso pesquisar e estudar para tornar sua história mais enriquecedora e interessante.

Com roteiro meu e arte espetacular de  Rosendo Caetano, esta hq foi intitulada de “Royal Straight Flush and blood”. Para lê-la, clique aqui. Por favor, comentem.

A Tempestade: Os últimos momentos de Percy Shelley

MUS-FAPC1114_850

O barco de Shelley na tempestade por ANDREW HOWAT

Algumas coisas são difíceis de se entender. O por quê deste roteiro nunca ter sido desenhado é um desafio para o meu entendimento até hoje.

A história da morte de Shelley foi uma das coisas que mais marcaram a minha imaginação e sensibilidade. Tentar imaginar o que se passou com ele e por que ele seguiu adiante mesmo com todos os avisos, foram os catalizadores para escrever este roteiro que se chama de “A Tempestade” e tem apenas 14 páginas (Incluindo uma página dupla!).

Em resumo, trata-se de uma história curta, muito forte emocionalmente (Ao menos para mim) e escrita há mais de 10 anos (O registro do término da primeira versão foi em 20/07/2005 e sua última revisão geral antes desta havia sido em 16/02/2007!) e que nunca chegou a ser desenhada.

Alguns esboços até chegaram a ser feitos por um amigo mas, logo foram abandonados.

Pode ser que a história seja tão boa que talvez fosse necessário diluí-la em mais páginas (Ela só tem 14). Talvez eu não tenha me esforçado o suficiente a procura de uma parceria para levá-la a cabo. Ou, simplesmente, talvez ainda não seja o momento exato para ela ganhar vida.

Fato é que, durante a CCXP, conversando com o amigo Daniel brandão sobre a história, ele me pediu para dar uma olhada nela. E isto me animou novamente a procurar dar vida a este roteiro. Daniel, e também Júlia Pinto, me deram uns excelentes conselhos para adicionar uns textos explicativos no final do roteiro e foi o que eu fiz. O engraçado é que há tanta história por trás da história que preencheu quase 4 folhas só de textos explicativos.

Hoje, quase 15 dias depois de pegar novamente no roteiro para revisá-lo, reformatá-lo e adicionar as notas explicativas, finalmente terminei a sua mais nova versão final. Agora, é cair em campo atrás de um desenhista que tenha sensibilidade e interesse em trazer a vida os últimos momentos de Percy Bysshe Shelley.

 

Nova Hq Online: Royal Straight Flush and blood

Dealhe - Royal Straight Flush and blood (Por Leo Santana e Rosendo Caetano) Pág 01

Dealhe – Royal Straight Flush and blood (Por Leo Santana e Rosendo Caetano) Pág 01

Depois de quase um mês de “descanso sabático” com uma CCXP no meio, estamos voltando a nossa publicação de hqs online semanalmente (1 página por semana).

Nessa nova e curta hq de faroeste falamos sobre as probabilidade do poker, da vida e da morte, durante um tiroteio em um sallon.

Com roteiro meu e arte espetacular de  Rosendo Caetano, esta hq foi intitulada de “Royal Straight Flush and blood”. Para lê-la, clique aqui. Por favor, comentem.

 

Irrelevante #1 no Social Comics

Irrelevante-SocialCOmics

“Uma Fração para a Eternidade.
… e de repente, virando a esquina, alguma coisa acontece… nada de grandioso, grandiloquente, de proporções mundiais. Nada que o futuro de todo o planeta dependa disso. Nada. Apenas, alguma coisa, muito comum, corriqueira, quase passando despercebida. Aparentemente nada. E todo o universo pode muito bem estar contido dentro deste breve momento. Toda a emoção humana mais profunda, a dor ou a alegria, o amor ou o ódio, ou mesmo tudo junto, pode estar contido naquela pequena fração de tempo. Então, que os deuses e deusas da criação, inspirem, e prontifique o artista em sua vigília, o “orai e vigiai”, para que todo o momento precioso seja captado, sem julgamentos, sem sentenças, apenas captado e transposto com a alma do mundo, que é a do criador, que é poesia.
Leonardo Santana, talentoso autor, roteirista e criador. Orando aos deuses e deusas da criação, vigiando todos os instantes, pequenos ou não, com o filtro de seu olhar e sensibilidade. Temperando as histórias com a sabedoria de um demiurgo, que permite a existência. Para que ela transmita o que tem que ser, e nós nos banhemos com esses momentos pequenos… ou não. Esteja virando a esquina, sem que se perceba.
Num primeiro momento, julgamos … irrelevante.”

-Laudo, quadrinista

Com este belíssimo editorial escrito pelo grande Laudo, viemos anunciar a publicação da revista digital Irrelevante #1, no Social Comics. A revista é uma compilação de quadrinhos escritos por mim com temáticas que vão do drama ao humor, passando quase sempre por questões filosóficas que nos fazem refletir a partir de situações muitas vezes (apenas aparentemente) irrelevantes.

Esta edição conta ainda com a participação dos artistas: Mauro Barbieri, Laudo Ferreira, Jean Okada, Fábio Turbay, Dell Rocha, CARLOS BRANDINO, Will

Para ler a edição, clique aqui.

O que vem aí é IRRELEVANTE

Proposta de Capa Irrelevante 003 por Ademir Gomes

Proposta de Capa Irrelevante 003 por Ademir Gomes

De acordo com Fernando Pessoa, “O essencial na arte é exprimir; o que se exprime não interessa”. Se não interessa é IRRELEVANTE.

O projeto IRRELEVANTE trata-se de uma revista em quadrinhos digital reunindo algumas de minhas histórias produzidas no decorrer dos últimos anos. O foco está na liberdade de expressão para trazer histórias mais dramáticas, humorísticas ou que tragam algum tipo de reflexão. Ou seja: arte na melhor expressão da palavra.

Nesta primeira edição, estou reunindo hqs premiadas como “Abraços por R$ 0,50”, “5 segundos”, “Consultório Sentimental com Myrna”, dentre outras.

Ainda estou compilando a edição e, para isto, encomendei uma ilustração inédita e exclusiva para servir de capa. Quem está trabalhando nela é o ilustrador Ademir Gomes e, ao lado, vocês podem ver um dos esboços propostos para servir de capa inspirada na hq “Abraços por R$ 0,50”.

Em breve traremos mais novidades a respeito.

Memórias do Mestre do Mal: O início do fim, página 6

Detalhe de O INÍCIO DO FIM (Roteiro: Leo Santana e Arte: Alex Barros) Página 06

Detalhe de O INÍCIO DO FIM (Roteiro: Leo Santana e Arte: Alex Barros) Página 06

As memórias do Mestre do Mal é uma história que se desenrola em dois períodos de tempos distintos. O presente da história se passa no nosso equivalente de futuro. Ou seja, a história começa a cerca de 300 anos no futuro e o personagem principal reconta seu passado de um tempo que equivale ao nosso presente. Pois bem, nesta página, voltamos ao presente do personagem e somos apresentados a uma nova personagem: Valentina. E, assim, pouco a pouco, vamos conhecendo cada vez mais, o Mestre do Mal.

Com roteiro meu e arte de Alex Barros. Esta hq é atualizada semanalmente e para lê-la, clique aqui.

Por favor deixem seus comentários. Eles são muito importantes para mim.

Se gostou e quer ajudar, compre minhas revistas na seção Revistas à Venda.