Leia hq Online completa do F.D.P. em: A morte do homem-extraordinário

Chamada FDP e a morte do homem extraordinario

F.D.P. e a morte do homem-extraordinário é aventura, humor e filosofia (Não necessariamente nesta ordem) numa história e quadrinhos falando de homens, heróis, vilões, e deuses.

Continuar lendo

Anúncios

Trilha sonora F.D.P.

hives 2

The Hives é a trilha sonora sugerida da nova hq do F.D.P.

Você sabia que cada hq do F.D.P. tem uma música sugerida como trilha sonora? É verdade! E, como estou escrevendo a quarta história do personagens, nada melhor do que passar um dia escolhendo a música ideal para essa hq que tem muita festa, bebidas, mulheres nuas, vampiros, confusão e segredos.

Muitas foram as músicas que quase se tornaram a trilha sonora dessa quarta edição: In Da Club (50 cent), Você não Presta (Mallu Magalhães), Where is My Mind (Pixies), Body Movin (Beastie Boys), Smack My Bitch Up (Prodigy) e muitas outras. E, apesar de me divertir escutando músicas que eu gosto durante horas, eu tinha que escolher apenas uma.

Foi então que chegarmos em “Hate to Say I Told you So”, to The Hives: Uma porrada violenta e revoltada bem à cara do F.D.P..

Assim sendo, hoje eu trago para vocês a playlist das 3 primeiras hqs que sairam do F.D.P. e também da próxima música que deverá ser a sugestão para a trilha sonora da hq.

Quem tiver spotify, pode acessar a playlist diretamente clicando aqui.trilhasonorafdpQuem não tiver, pode acessar as músicas individualmente nos links ao lado dos títulos das histórias:

Se não morrer ninguém não é notícia: A Little Less Conversation (Elvis Presley+JXL Radio Edit Remix)

Vícios e virtudes: (you’re the) devil in disguise (Elvis Presley)

A morte do homem-extraordinário: Adágio em G Menor (Tomaso Albinone)

Mistérios e segredos: Hate to Say I Told you So (The Hives)

***

Quer saber mais sobre o F.D.P.? Clique aqui.

E veja a galeria com o personagem aqui. Se quiser, mande uma ilustração para a gente postar na galeria.

Quer acompanhar as novidades no facebook, clique aqui.

Quer ler as hqs do F.D.P. publicadas no meu blog, clique no títulos das histórias abaixo:

Se não morrer ninguém não é notícia

Vícios e virtudes

A morte do homem-extraordinário

***

Lembrando que, a partir de agora, as prévias neste blog se tornarão mais reduzidas. Para acompanhar o making of das nossas produções na íntegra, apoie a nossa campanha neste link ou no banner abaixo.

banner do apoie-se

 

 

 

F.D.P.: Segredos e Mistérios

FDP por Rosendo Caetano

FDP por Rosendo Caetano

Você sabia que o F.D.P. tem um cachorro? E sabia que ele é fã de um dos maiores músicos de todos os tempos? E você sabia que o F.D.P. tem um quarto trancado a chave em que ele guarda um de seus maiores segredos? E você sabia que a Diana, sua colega de reportagem está disposta a invadir o apartamento do F.D.P. e descobrir tudo isso?

Estas e muitas outras coisas vocês irão descobrir na mais nova história do F.D.P. que estou escrevendo atualmente. Com o título provisório de “Segredos e mistérios” esta hq vai mostrar o F.D.P. e Fabrício fazendo uma divertida e incomum “reportagem” num strip-clube enquanto Diana se aventura no “mundo sombrio” que é o apartamento do Fernando.

E eu falei que ainda vai aparecer um vampiro? Pois é! Diversão mais do que garantida!

Agora, dá licença que esse roteiro não vai se escrever sozinho e eu ainda estou na página 6!

Quer saber mais sobre o F.D.P.? Clique aqui.

E veja a galeria com o personagem aqui. Se quiser, mande uma ilustração para a gente postar na galeria.

Quer ler as hqs do F.D.P. publicadas no meu blog, clique no títulos das histórias abaixo:

Se não morrer ninguém não é notícia

Vícios e virtudes,

A morte do homem-extraordinário

Vem aí novo roteiro do F.D.P.

logo FDP

Logotipo da série criado pelo Will

Depois de uma grande pausa devido a diversos outros projetos (Pernambuco Holandês, Diários Italianos, roteiros encomendados, etc.), estamos voltando com a produção dos roteiros do F.D.P..

Além disto tudo, a produção demorou um pouco pois eu acabei perdendo o roteiro da sequencia da série que ainda estava em papel e havia sido escrito em inícios do século XXI (Por volta do ano 2002 para tentar ser mais exato).

Mas, vocês podem se perguntar: “E por que você simplesmente não escreveu logo um novo do zero?”

É por que este roteiro, em especial, tinha muitos detalhes da vida particular do Fernando: Onde ele morava, como era o apartamento dele, quem morava com ele e etc.

A sinopse desse roteiro era mais ou menos o seguinte:

Enquanto Fernando e Fabrício estão numa boate de strip-tease investigando assassinatos de dançarinas sensuais que aparecem sem sangue, Diana invade o apartamento do F.D.P. para tentar conhecer um pouco mais do seu colega de profissão e, quem sabe, achar algum podre em sua vida para que ele pare de encher o saco dela.

É uma história bem divertida que vai trazer mais elementos para o leitores de quem é este complexo personagem conhecido por muitos como o F.D.P.

Bom, fato é que, depois de muito protelar, comecei a escrever, de fato o roteiro. Se conseguir seguir a minha média padrão de duas páginas por dia, talvez consiga terminar até o final do mês.

Quer saber mais sobre o F.D.P.? Clique aqui.

E veja a galeria com o personagem aqui. Se quiser, mande uma ilustração para a gente postar na galeria.

Quer ler as hqs do F.D.P. publicadas no meu blog, clique no títulos das histórias abaixo:

Se não morrer ninguém não é notícia

Vícios e virtudes,

A morte do homem-extraordinário

 

Novidades sobre o F.D.P.

“Além de uma capacidade fora do normal para irritar os outros, Fernando ainda é especialista em artes marciais nas modalidades (Ainda não reconhecidas) de chute-no-saco e dedo-no-olho.”

Esta e outras informações vocês vão poder ver na ficha do personagem que acabamos de liberar em nosso blog. Para acessar, clique aqui.

Além disso, a galeria do F.D.P. ganhou a adições de duas novas ilustrações feitas pelo artista pernambucano Glaydson Gomes com seu personagem, o chumbo grosso.

Leia a primeira hq do F.D.P. Aqui

Fernando Drummond Pessoa é um jornalista sem-vergonha, mau caráter e oportunista e, por isso, é mais conhecido como F.D.P.; Na sua aventura de estreia, o F.D.P. se vê envolvido entre o pagamento de uma dívida a um bicheiro e um assalto a um banco por um paranormal descontrolado.

Com Roteiro de Leonardo Santana, arte de José Henrique e cores de Teo Pinheiro, a hq intitulada “Se não morrer ninguém não é notícia” é aventura e humor do começo ao fim.

Para ler a hq, clique aqui.

capaFDP_800x600

Para acompanhar as novidades a respeito do F.D.P., curta a nossa página no facebook: https://www.facebook.com/FDPHQ-452120935122372/

F.D.P. – Se não morrer ninguém não é notícia (Página 22 – Conclusão)

detalhe - F.DP. - SE NÃO MORRER NINGUÉM NÃO É NOTÍCIA (Por Leo Santana e José Henrique) - 22

detalhe – F.DP. – SE NÃO MORRER NINGUÉM NÃO É NOTÍCIA (Por Leo Santana e José Henrique) – 22

E chegamos a conclusão de mais uma hq On Line. Vemos os últimos acertos sendo feitos pelo F.D.P. e um pouco mais de sua filosofia, caráter e personalidade. Esperamos que tenham gostado.

Com roteiro meu e arte de José Henrique, esta hq foi intitulada de “Se não morrer ninguém não é notícia”. Para lê-la, clique aqui. Por favor, comentem.

Para ler outras hqs do F.D.P. publicadas clique no títulos das histórias: Vícios e virtudes, A morte do homem-extraordinário

Quer saber mais sobre o F.D.P.? Clique aqui. E veja a galeria com o personagem aqui. Se quiser, mande uma ilustração para a gente postar na galeria.